APTE E FPAK PROMOVEM FORMAÇÃO DE ACTIVOS DAS VÁRIAS ORGANIZAÇÕES DE TRIAL
 
Vários elementos que compõem a organização do Challenge Ibérico de Super Extreme Trial 4x4 participaram no passado dia trinta numa ação de formação de Comissários e Diretores de prova ministrada pela FPAK , em Coimbra, e onde estiveram ainda presentes elementos dos restantes organizadores que compõem a APTE, Associação Portuguesa de Trial Extremo.

De particular importância, esta ação de formação visou dotar os presentes de conhecimentos básicos da orgânica e funcionamento dos eventos que têm lugar sob a égide da federação.   Foram abordadas diversas temáticas de a regulamentação, estrutura da organizações, procedimentos e sobretudo as questões relacionadas com a segurança não só dos participantes, como também do público, media e até  da própria organização.

Luís Pirralho, diretor da X-Adventure, entidade promotora do Challenge Ibérico Super Extreme Trial 4x4:

"De salientar a postura de abertura da FPAK neste ano que se pretende de transição e de aprendizagem mútua. Esta era uma modalidade que estava fora da FPAK, e de um modo geral as entidades que organizam e os participantes não conhecem ainda com o suficiente detalhe todas as normas, por outro lado, também a própria federação que acolheu o trial, procura entender melhor uma modalidade que é radicalmente diferente de todas as outras em muitos detalhes, como por exemplo ter um navegador que entra e sai constantemente da viatura.  2018 é assim um ano de partilha de conhecimentos e que servirá para definir o melhor caminho para uma modalidade que tem um futuro muito promissor."

 

"Esta formação é muito importante para nós e pretendemos fazer ainda mais algumas para dotarmos toda a estrutura organizativa de um conhecimento profundo o suficiente para poderemos realizar todos os nossos eventos de acordo os elevados padrões da FPAK." concluiu.


A APTE - Associação Portuguesa de Trial Extremo foi a entidade que promoveu esta ação em colaboração com a FPAK e com o CAC - Clube Automóvel do Centro, o anfitrião da noite.  A esta sessão compareçam mais 40 elementos das 5 organizações que compõem esta associação - NaTTuga, GRAFT - Adventure Series, Norte X4, Challenge Ibérico Super Extreme Trial 4x4 e o Super Extreme Trial 4x4 (Madeira).
 

"Esta Associação nasceu sobretudo do facto de todas estas organizações terem muitos pontos em comum e uma sã convivência entre todas. Faz todo o sentido que trabalhemos juntos, mais agora que todos integrámos a família da FPAK. A APTE permitirá uma partilha de recursos e responsabilidades, facilitando muito o trabalho da organização, mas servindo sobretudo como veículo de promoção da modalidade em Portugal e no Estrangeiro, contribuindo para o seu crescimento sempre de acordo aquilo que forem as normas emanadas pela FPAK." disse Luís Pirralho sobre a nova associação.

"Estiveram presentes mais de 4 dezenas de pessoas das 5 estruturas que compõem a APTE nesta ação de formação. Penso que é significativo, demonstrando o interesse e empenho de todos no sentido de fazer a mais rápida adaptação possível à nova realidade em que nos inserimos. Não temos quaisquer duvidas que o caminho é longo e que terá certamente algumas dificuldades, mas contamos com o apoio da Federação que já demonstrou total abertura para nos esclarecer e ajudar sempre que necessário, e ainda com uma excelente relação de amizade e colaboração entre todos."

Pela parte do CISET 4x4,  os conhecimentos adquiridos serão já aplicados no próximo dia 6 de Maio, em Santiago da Guarda, na realização da segunda prova da atual temporada.
 
CISET 4x4