O Troféu X-TROPHY, promovido pela X-Adventure teve o arranque desta sua primeira temporada no passado dia 20, com a realização do X-TROPHY SANTANA DO MATO 2016, evento este organizado pela Associação Cultural, Desportiva, Social e Recreativa de Santa Ana do Mato.

O Troféu X-TROPHY, promovido pela X-Adventure teve o arranque desta sua primeira temporada no passado dia 20, com a realização do X-TROPHY SANTANA DO MATO 2016, evento este organizado pela Associação Cultural, Desportiva, Social e Recreativa de Santa Ana do Mato.

A adesão maciça de participantes ditou que se atingisse o limite máximo de participantes inscritos nas motos que era de 100 participantes ainda antes do fecho oficial das inscrições. Já nos quads a adesão foi também significativa, superando a meia centena de inscritos.  Em qualquer uma das listas figuravam bastantes pilotos consagrados e vários dos principais animadores dos campeonatos de todo o terreno nacionais. Nas motos Sebastian Buhler, David Megre, Luís Portela de Morais e Martin Ventura entre muitos outros, numa lista com 98 participantes efetivos deixavam antever uma prova muito disputada.  Nos Quads a presença de "Beto" Borrego, o campeão nacional de 2016 era um motivo de interesse face à habitual espetacularidade e rapidez do piloto, mas os seus adversários, vários deles também participantes habituais das provas do CNTT viriam a mostrar que também estavam para lutar pela vitória.

 

Na imagem, Sebastian Buhler, vencedor nas motos

 

SEBASTIEN BUHLER VENCE A PRIMEIRA PROVA DO TROFÉU X-TROPHY 2016.

A prova de motos do X-TROPHY SANTANA DO MATO contou com quase uma centena participantes à partida, incluindo alguns estrangeiros, dando assim um colorido internacional a esta primeira. No entanto, seriam os nacionais que iriam brilhar na luta pela vitória desta muito disputada prova.

Apesar dos avisos de mau tempo, durante a hora e meia que durou a resistência de motos a chuva que caiu foi fraca e permitiu aos pilotos rodarem muito e bastante rápido. Por isso o percurso desenhado entre pinheiros mansos e sobreiros, apesar de algo enlameado foi aguentando de forma razoável as passagens dos pilotos.

A luta pela vitória durou de inicio até final, com um grupo bastante alargado de pilotos a ter o triunfo ao seu alcance. Espelho disso mesmo é o número de voltas realizado: Do 1º ao quarto todos conseguiram dar 17 voltas; Do quinto ao oitavo conseguiram dar 16 voltas; E do 9º ao 19º deram 15 voltas.  Estes resultados mostram o elevado nível dos pilotos participantes, até porque o vencedor foi nada mais nada menos do que Sebastian Bhuler, piloto que é o vice campeão de todo o terreno de 2016, e foi a par com António Maio um dos principais animadores do nacional da especialidade.

Como dissemos, depois da muito disputada hora e meia de resistência, Sebastian Bhuler inscrito com uma moto da classe TT2 venceu com 17 voltas cumpridas. Logo atrás de si, com o mesmo número de voltas mas a 4m55s de distância terminou David Megre em KTM, também da classe TT2. Em terceiro lugar, mas numa Yamaha inscrita na TT1 ficou Martim Ventura.

Rui Ventura, pai de Martim Ventura e responsável pela sua participação neste primeiro evento do X-TROPHY 2016 disse-nos que:

"É de louvar, apreciar, disfrutar e enaltecer o trabalho da X-Adventure em colocar estes eventos na agenda nacional do TT. Parabéns pelas melhorias aplicadas nesta prova, como o sistema de cronometragem com transponders, organização do espaço, traçado e segurança da corrida. Com a meteorologia a não ajudar só uma excelente equipa como a vossa consegue manter ativa uma prova como a que se realizou no passado fim-de-semana. Muito mais se poderia dizer mas a nossa melhor observação só pode ser: vamos estar presente em todas as corridas!"

As senhoras estiveram representadas apenas pela jovem Andriea Sousa inscrita na classe TT-Junior, que apesar da sua juventude e das dificuldades da pista conseguiu terminar em 91º lugar, em 98 pilotos classificados.

 

"BETO" BORREGO IMPÔS-SE NOS QUADS

Também a prova de Quads da primeira prova do X-TROPHY 2016/2017 foi um sucesso a nível de participação. Embora com uma lista menor do que as motos, também aqui se podiam ver vários dos pilotos dos nacionais.

Se nas motos o clima de alguma forma foi clemente para com os pilotos, já os participantes nos quads tiveram que ser ver a braços com uma forte chuvada que não só os molhou bastante como tornou as condições da pista mais complicadas com várias zonas de água e a enlamear muitas partes do traçado. No entanto, visto a zona ser sobretudo arenosa, nunca a pista se degradou a ponto de ficar intransponível ou demasiado complicada, permitindo ainda assim um ritmo muito vivo a vários pilotos.

A vitória foi discutida entre "Beto" Borrego e Marco Cardoso, com ambos os pilotos a conseguirem completar 14 voltas ao circuito que entretanto se tornou muito exigente. "Beto" Borrego chegou primeiro com 3m51s de vantagem sobre o seu adversário, conseguindo assim a primeira vitória do troféu. Marco Cardoso, apesar de ter ficado na mesma volta, e de ter dado muita luta, teve que se contentar com o segundo lugar.  Em terceiro lugar terminou Fábio Ferreira, com menos uma volta que os seus adversários.

A única senhora em prova nos Quads, a piloto Ligia Galo, terminou em 33º lugar da geral.

 

Luis Pirralho, da X-Adventure:

"Estou bastante satisfeito com o arranque do nosso troféu X-TROPHY. Foi particularmente gratificante ver a adesão dos pilotos a esta iniciativa, esgotando o número de vagas disponíveis para as motos nesta 1ª prova. E até os Quads, que têm vindo a aparecer cada vez menos em outras corridas, tiveram aqui uma vasta lista de participantes.

Acho que correu tudo bem, desde logo com o processo de inscrições feito on-line e que facilitou o trabalho do secretariado na parte da manhã.  As provas decorreram com normalidade, foram bastante participadas e disputadas, com muitos pilotos a lutarem pelos melhores lugares e com os resultados a ficarem definidos apenas no final de cada uma das corridas.

Infelizmente a chuva apareceu, sobretudo durante a prova dos quads. Foram particularmente sacrificados, e tiveram que aguentar chuva forte durante bastante tempo. Estão de parabéns, pois demonstraram resistência e vontade de vencer.

Fazendo um balanço, acho que de um modo geral temos bastantes motivos para estar satisfeitos e temos uma boa base de trabalho para as restantes provas.  Agora só há que afinar os pequenos detalhes.

Quero realçar que este troféu está a ser disputado sob a égide da Federação de Motociclismo de Portugal.  Conseguimos chegar a acordo com a Federação, e saimos todos a ganhar, sobretudo os participantes que estão assim a competir num troféu oficial.

Em breve vamos abrir as inscrições para o evento de Vila Nova de Erra, organizado pela ASSF - Associação de Solidariedade Social da Fajarda, pelo que os interessados em participar devem-se inscrever o quanto antes, ou correm o risco de não poder participar."

 

O Troféu X-Trophy 2016/2017 tem como principais parceiros a X-Adventure, a FMP - Federação de Motociclismo de Portugal, a GoldSpeed, O Monte Macário, O Site Todoterreno.pt, o TR4 Digital, e o portal Imagensdesportivas.com

Mais informações sobre o X-Trophy 2016, bem como as inscrições e acreditações podem ser obtidas no site oficial em www.x-adventure.org